quarta-feira, 30 de junho de 2010

4ª Sem Gelo - Papéis Invertidos

Olá caros amigos de copo! Chegou a hora da verdade na Copa do Mundo. Depois de vários joguinhos horrorosos e várias seleções famosas dando tchau antecipado, finalmente veio a hora do vamo vê! E eu, claro, como bom analista de boteco, não podia ficar de fora dessas palpitaiada aí, né.

Mas o que realmente me impressiona nessa Copa do Mundo é a inversão de valores que estamos vendo nesse mundial. Onde eu, do alto dos meus quase 30 anos, ia imaginar um dia ver um Carrossel Argentino, uma Alemanha que dá show, uma Espanha que não morre na praia - ainda não morreu, pelo menos -, uma seleção africana com chances reais de chegar às semifinais, e um Brasil e uma Holanda pragmáticos!? Puta merda! É ou não é o sinal dos tempos?

Os analistas estão desesperados. Falam uma coisa hoje e amanhã dizem outra. Exaltam uma seleção hoje e ela roda amanhã, metem o pau num jogador hoje que arrebenta amanhã. E se nem eles sabem mais o que estão dizendo, acho que meu camarada Bolo tem razão: as senhoras também sabem... Olha aqui um bom exemplo: todo mundo criticava o Felipe Melo antes da Copa. Pois bastou o Brasil pegar uma boa retranca portuguesa e o "lunático" do Felipe Melo sair machucado pra eles perceberem o óbvio! Sem ele, o Brasil fica sem saída de bola. Até as estatísticas da FIFA, que vivem "falando" merda, sabem disso (até o fim da 1ª Fase, Felipe Melo era o líder em aproveitamento de passes longos na Copa). Outro exemplo? Dou logo 2. Rooney e Cristiano Ronaldo. Antes com os ovos babados pela crônica esportiva mundial, saíram da Copa sem marcar um golzinho sequer. O Messi não fez nenhum também - você vai retrucar. É vero. Mas o Messi ta jogando demais! E até nisso os especialistas tão errando. Cadê os que falavam que o Messi só jogava no Barça? É, amigos, sinal dos tempos...

Pode até ser que Brasil e Holanda façam o melhor jogo da Copa - talento de lado a lado não falta -, mas confesso que não acerdito. Os holandeses tão jogando pro gasto, mas vê-se claramente que têm muito futebol a dar. Antes criticada por não saber administrar seu bom futebol e transformá-lo em vitórias, agora a Laranja parece madurinha, madurinha... Do Brasil, claro, esperamos tudo - desde show até fracasso. Se nossa camisa amarela pesa mesmo, chegou a hora de fazê-lo. E o que dizer de Argentina x Alemanha? Alguém já se imaginou dizendo que pro bem do futebol arte, vai torcer pra Alemanha!? Pois não se espantem se, além dos secadores clássicos, houverem muitos "entendidos" se juntando ao coro dos chucrutes no sábado. Ouço muito que a Argentina não tem um time (apesar dos ótimos jogadores), e que não tem técnico (e sim um ídolo no banco). Mas ao ouvir o André Rizek ontem dizendo que a impressão que dá é que o Maradona escala o Mascherano como cão de guarda e manda Verón, Messi, Di María, Tevez e Higuaín se virarem, lembrei-me do que ouvi e li do time de Cruyff, Neeskens e Rensembrink. Do Paraguai, sinceramente, não espero mais nada. Não fosse contra a Espanha, diria que eles podiam ir pro jogo com a mala arrumada já, igual a galera que vai pro Paredão do BBB. Mas é a Fúria, né, que apesar de jogar um futebol vistoso e técnico como o dos anos 70 misturado à aplicação tática do séc XXI, tem aquela fama de virar só uma raivinha da hora H... Achou que eu ia esquecer de Uruguai x Gana? Nananina. Espero bom jogo aqui também. Os uruguaios com a melhor defesa do mundial, um time brabo, e com Forlán e Suárez jogando muito; contra os últimos africanos da Copa, um time bem armado, consciente taticamente, e com ótimos valores individuais, como Ayew, Gyan, Prince Boateng e Jonathan Mensah.

Quer saber? Bota a cerveja no gelo, amigo! E pode acendendo o carvão também! Porque a partir de amanhã, só vai ter jogão! E os tempos do futebol mundial serão outros...
- Com o copo na mão e do lado do irmão! YOHOOOOOO!


Nosso convidado de hoje na 4ª Sem Gelo é Tunan Teixeira, ex-repórter do jonal Lance! do Rio, escritor e roteirista. Ele é colunista da Ressaca Esportiva de 2ª feira, e editor desse blog, além de ser um boêmio convicto, e amante dos causos e da simplicidade da vida de boteco.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Bailarinas de Chuteira - Saudosismo

Em primeiro lugar, quero me desculpar pelo atraso - já é quase quarta-feira! Sabem como é... Última semana de provas na faculdade, entrevista de estágio e ainda um pouco da ressaca por ontem! Mas, eu pago a próxima rodada, ok?

Por falar em ontem, alguém duvidava do Brasil? Se eu tivesse dado meu palpite, seria 2x0, mas 3 serve! Rs! Só me faz falta ver o Kaká jogando tudo que sabe, afinal vamos combinar: ele está um pouco apagado ultimamente! Para os jogos que já passaram, onde não tinhamos grandes concorrentes, não fez falta, mas para os próximos, o garoto precisa entrar com mais garra!

No meu último post, falei da Copa de 94 e devo confessar que continuo saudosa. Não só daquela Seleção, mas também daquela época como um todo. Quando a vida era mais simples!

Pra início de conversa, eu não estudava tanto e não trabalhava! E isso já faz uma baita diferença nos meus dias! Mas, o mundo todo era diferente, não só o meu! O Vascão foi campeão carioca e ainda não tinha ido dar uma volta na Segunda Divisão! A banda Raimundos estava nas paradas de sucesso e eu gostava muito! 1994 também foi o ano de lançamento de filmes que fazem parte da minha vida até hoje, como: Forrest Gump, O Contador de Histórias; Street Fighter, A Última Batalha; e Um Sonho de Liberdade. Tinhamos o prazer de ver Ayrton Senna correr e não a frustração que nos é apresentada atualmente na F-1! Sem contar que a violência e a sujeira na nossa Cidade Maravilhosa eram absurdamentes menores!

Claro que minha vida hoje tem grandes vantagens, mas que ando meio saudosa desde meu último texto aqui, ando! Espero estar assim também daqui a 4 anos, quando me lembrar que o Brasil foi Hexa! E você? Tem saudade de que?

Deixa que eu chuto!
Brasil 3x1 Holanda: ando levando muita fé em uma Seleção que o técnico não bebe e diz que sexo faz mal, né? rs!
Uruguai 1x0 Gana: Gana está querendo sentar na janela!!!

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Ressaca Esportiva - A Despedida Que Dói Mais

Findado hoje Brasil 3x0 Chile, já estão definidos 3 jogos das Quartas-de-Final da Copa do Mundo e outras bravas seleções que pegarão a ponte aérea de volta para casa. Caminho sempre triste, afinal, espera-se longos 4 anos, uma infinidade de jogos, torneios, convocações, 1ª fase, e outras batalhas para se chegar exatamente ao maior espetáculo da Terra que é a Copa do Mundo. 32 países, 736 jogadores, 64 jogos, mais de 6 bilhões de pessoas em audiência acumulada, e outros bilhões de dólares e euros em investimentos. E tudo isso acabou hoje para Eslováquia e Chile.

Para Uruguai x Gana, Argentina x Alemanha, e agora Brasil x Holanda, a luta continua, companheiros! Mas, pelo menos para mim, não há como não sentir, de algum modo, a frustração causada pelas eliminações. Eu sei que todo brasileiro ainda está feliz da vida com a decepção francesa, afinal, minha geração ficou com uma puta dor de cotovelo dos herdeiros de Zidane e Cia. Mas fico lembrando da cara do Domenech durante os jogos sofríveis da França e penso na vida de um sujeito que sai de vice-campeão mundial em 2006, e se transforma, da noite pro dia, num dos maiores vilões da história de uma nação. De uma nação sim, porque, cá entre nós, não é só no Brasil que se leva a sério esse negócio de ver 22 homens correrem atrás de uma bola.

Você duvida? Pois na França, todos os patrocinadores da seleção foram cancelados. Seria como se aqui no Brasil, o Itaú, o Guaraná Antarctica, e todos aqueles anunciantes que orgulhosamente estampam “patrocinador oficial da Seleção Brasileira” rasgassem seus contratos. Foi o que aconteceu lá. Quer mais? Na Coréia do Norte, dizia-se que o Grande Líder, o chefe de estado, vai mandar seus 23 jogadores para as minas de carvão do país pelo papelão naquela derrota por 7x0 pra Portugal. Imagina o Lula mandar o Kaká para algum lugar? Num dá, né. Ah, nunca é demais lembrar que, na volta pra casa da Colômbia em 94, o zagueiro Escobar foi assassinado por um gol contra que tirou os caras daquela Copa. E ainda tem gente que acha que o brasileiro é quem leva a sério demais esse lance de futebol e Copa do Mundo...

E nessa hora, caros amigos de copo, é que eu fico pensando que certas despedidas doem muito mais que outras. A da África do Sul, dona da casa, por exemplo, foi até bonita, já que ser eliminada no saldo num grupo tão difícil foi um feito, tamanha a ruindade dos anfitriões. A de Chile, EUA, Coréia do Sul, Eslováquia e México foram anunciadas, já que deram azar nos cruzamentos com brasileiros, ganeses, uruguaios, holandeses e argentinos, respectivamente. Mas e a despedida do English Team, que mais uma vez era considerado favorito, e mais uma vez decepcionou - e mais uma vez o Rooney saiu da Copa sem fazer nenhum golzinho? Melancólico, sim. Mas essa é a Copa do Mundo, essa é a vida...

Na vida, como na Copa, as oportunidades vivem aparecendo. Alguns entram com disposição, garra e vontade, outros como se tudo fosse se resolver sozinho, sem esforço. Alguns vão de lá pra cá, sempre procurando seu caminho até a vitória, enquanto outros se dão por satisfeitos com o que já têm. Na vida, como na Copa, tudo pode ser decidido no menor dos detalhes ou no maior dos acontecimentos. Há zebras e favoritos, chegadas e despedidas, felicidade e tristeza. Se na vida não tem erro de arbitragem, na Copa só tem um vencedor. Mas na vida, como na Copa, estamos sempre em busca do nosso melhor. E é por isso que mesmo com as despedidas impostas por ambas, continuaremos em frente. Certos de que, no fim, conseguiremos estar no lugar mais alto do nosso próprio pódio.


Deixa Que Eu Chuto! (palpites de hoje das peladas de amanhã)
11h - Paraguai 3x1 Japão. Por incrível que pareça vai ser um bom jogo, mas a galera do sushi não vai aguentar e pressão paraguaia, que de "falsir", não tem nada...
15h30 - Espanha 4x2 Portugal. Pra trupe de Cristiano Ronaldo e Cia, chegar até aqui já ta bom demais. A Fúria atropela nossos patrícios fácil!

sábado, 26 de junho de 2010

Doidão tudo fica Bom - Senhoras também sabem

Mesmo não sendo jogo do Brasil, a Copa traz um frissom diferente. Não só para nós, amantes do futebol. Nas ruas, no trabalho ou em casa, todo mundo dá uma paradinha para ver os jogos. É nesse momento que vem as colocações de suas mães, tias e avós, que não entendem nada de futebol. Entretanto, elas podem ser esclarecedoras e cheias de sabedoria.

No intervalo do almoço, estava eu assistindo Itália x Eslováquia; joguinho ruim e a Itália perdendo. A lanchonete estava cheia, e apesar da torcida contra, todos acreditavam que a Itália marcaria um gol, empataria a partida, e se classificaria. Afinal, era a Italia né. Porém, a senhora da lanchonete, em uma observação breve de 10 minutos cravou:
- Esse time de azul é a Italia, é?
- Sim.
- Iiiiiii, eles são muito ruins! Vão perder!

Na hora pensei: ela pode até estar certa, mas com a Italia, é sempre assim; jogo feio, aos trancos e barrancos, mas sempre passa. Erro meu. Aquela senhora, que parecia não entender nada de futebol, usou a sabedoria da vida pra enxergar o que era nítido. O time da Itália é muito ruim!

O panorama era meio de tensão e de descontração, afinal era dia de Brasil x Costa do Marfim, e aniversário de 90 anos da minha saudosa vózinha, Dona Julieta, churrasco, cerveja, familía reunida e uma "TVzinha" de 20 polegadas de frente pro sol. Resultado: união familiar!!! Todo mundo juntinho para tentar ver o jogo - acho que foi a intenção da pessoa que providenciou a TV. União familiar a parte, todos os especialistas em futebol da familía fazendo altas análises, a tônica de todos era de jogo duro. Dona Julieta, sabiamente, disse:

- É contra a seleção africana?
- É vó.
- Então nosso centro-avante vai fazer a festa.

Todo mundo respeitou Dona Julieta - 90 anos! - viu todas as Copas do Mundo, mas nimguém levou muita fé. No fim do jogo ela fez a festa, e ainda zombou de nós, "especialistas" em futebol:

- Vocês são muito jovens... Onde já se viu o Brasil perder pra um time africano?

Depois fui ouvir um comentarista na TV dizer que o Brasil nunca tinha perdido para uma seleção africana em Copas. A colocação da minha vózinha, que é vascáina sofredora como o neto, e com experiência de todas as Copas, tinha todo sentido.

Isso é pra provar que mulher também entende de futebol. E se for vascaína então, aí pode confiar.

Tinha mais um monte de "causos" para contar, mas ta na hora de Gana x EUA, e vou ver o jogo.

Deixa Que Eu Chuto!
Argentina x México:
Argentina, sem muitas polêmicas.
Inglaterra x Alemanha: Aí fudeu. Não sei!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Queimando o Filme! - Transporte Público

Meus camaradas! Mesmo faltando algumas horas para as oitavas-de-final da Copa do Mundo começarem, não estou muito interessado em falar de futebol hoje. E posso assegurar que a pífia atuação da nossa Seleção não tem nada a ver com isso.

A verdade é que eu to puto! Não deveria, pois entrei de férias no trabalho hoje, e isso é um bom motivo pra sorrir, mas to puto! Puto porque numa viagem de 50 minutos, entre a minha universidade e meu lar doce lar, não consegui pensar em nenhum assunto decente pra compartilhar com vocês aqui na mesa. E porquê isso? Por quê? (eu nunca sei qual “porque” usar). Bom, simplesmente porque o barulho ensurdecedor do ônibus, o frio e o desconforto, eram forças muito poderosas que remavam contra o meu sossego e concentração. Aquela carroça troncha, desconfortável e mal pilotada. A velocidade acima do necessário. O vento frio, que vinha da janela aberta da safada calorenta sentada na minha frente. Os vidros e parafusos chacoalhavam como se fossem integrantes da ala de ritmistas da Unidos do Caralho a Quatro!

Foi aí que eu percebi: o meu post estava bem ali na minha frente. Na verdade, eu tava sentado nele. Linha 739, Seropédica-Campo Grande.

Na moral! O transporte público no Rio de Janeiro é um CÚ! Uma olhota suja, ineficiente e mal conservada. Os ônibus são cata-cornos, sempre preocupados em chegar mais rápido ao seu destino final. A minha pergunta constante é se eles ganham por hora. Porque a pressa que os motoristas de ônibus no Rio têm é impressionante. O metrô é uma lata de sardinha que funciona muito bem - só na Zona Sul. O trem então, nem se fala. Um camelódromo sobre trilhos, estacionado no tempo.

A boa notícia é que mudanças devem ocorrer. Visando principalmente as Olimpíadas de 2016, a prefeitura do Rio, acatando uma determinação do Ministério Público, irá realizar licitação para sacramentar as linhas e empresas que atuam no Rio. A idéia é diminuir o número de veículos nas ruas e aperfeiçoar o transporte. Para informações sobre esse tema acesse o Blog do Marcelo Sereno.
(http://www.blogdosereno.com.br/blog/2010/05/prefeitura-quer-regulamentar-transporte/)

Bom, espero que essas mudanças realmente ocorram, e passemos a ser tratados com um pouco mais de respeito. Que eu não seja obrigado a esperar mais 30 minutos pro próximo ônibus, porque o que passou primeiro, simplesmente não parou.


Então, o post de hoje foi só um pequeno desabafo. Espero que não se importem!


Deixa Que Eu Chuto! (palpites de ontem das peladas de hoje)
11h – Uruguai 3x1 Coréia do Sul
15h30 – EUA 2x1 Gana

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Senta Que Lá Vem História - Viva l'Arrogance!

Ah, que beleza! Essa Copa do Mundo está me deixando muito feliz, pois está me poupando um grande trabalho. Afinal, não estou precisando secar as seleções que não vou com a cara, já que elas estão se destruindo sozinhas.

Não sei se já deixei claro isso antes, aqui em minha coluna, mais eu não vou muito com a cara do futebol apresentado naqueles países que são divididos pelo Canal da Mancha. Do lado inglês, são exatamente dois motivos que me fazem não gostar de suas equipes: o primeiro motivo é que o estilo de jogo é algo que não me convence e não me agrada; esse lance de chuveirinho na área adversária, marcação em duas linhas de quatro, excessivo chutes de longa distância, e muitos passes para o lado, me irrita profundamente! E o segundo motivo é que os ingleses acham que só porque inventaram o futebol pensam que podem jogar dessa maneira primitiva, e não aceitam outros métodos de jogo. Pura arrogância! Não é a toa que em muitos filmes americanos, ingleses são taxados de metidos de nariz-em-pé.

E do lado francês, meu deus! O que este país fez pelo futebol mundial? Suas maiores glórias foram eliminar o grande Scrath Canarinho em 1986, a Seleção do Povo em 2006, e ser campeão do mundo em 1998, graças ao incrível argelino Zinèdine Zidane. Parece que eu to me contradizendo, mas não. Desculpa, mas eu acho isso pouco para a França ser considerada do mesmo patamar de Brasil, Argentina, Alemanha, e até mesmo de Inglaterra. Mesmo que não goste, ela, pelo menos, fez mais coisas no futebol, como boas campanhas em Copas do Mundo, além de possuir clubes fortes no cenário mundial. Os franceses bons de bola existiram, Michel Platini e Didier Deschamps. Zidane, como eu disse, não é francês, é argelino. Respondam-me: que clube francês você viu brilhando? Eu só me lembro do vice-campeonato do Mônaco na Uefa Champions League, graças aos “craques” Giuly e Rothan, e me lembro também do Olympique de Marseille campeão da mesmo Champions League, em 1993, porém teve seu título retirado devido a um escândalo de suborno, e acabou rebaixado à 2ª Divisão francesa. Como eu já disse, muito pouco para ser considerado um grande país do futebol mundial.

Zidane, você deveria ter jogado na Argélia! E com o seu talento levaria um país da África ao título mundial. Pois acho que o continente africano merece mais que a França, ser campeão do mundo. E você, meu caro Zizou, seria, merecidamente, considerado o maior jogador africano de todos os tempos.

A Franca já voltou para casa, graças ao seu grande técnico, cujo nome não citarei, pois não merece. Como um técnico pode escalar um time baseado em astrologia, criar tantas intriguinhas com seu time, e arrumar confusão até com o Parreira? Bem feito, voltou para a casa! E a equipe da rainha, tomara que volte logo, porque, para mim, só se classificou devido ao seu grupo ser uma baba. Espero que sucumba perante a tricampeã Alemanha! E volte para casa com seu capitão e grande craque, que nada mais é do que um “bom volante inglês”, e que ainda possui um nome francês.

Deixa Que Eu Chuto! (palpites de ontem das peladas de hoje)
11h - Eslováquia 1x1 Itália.
11h - Paraguai 3x1 Nova Zelândia.
15h30 - Camarões 2x4 Holanda.
15h30 - Dinamarca 2x1 Japão.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

4ª Sem Gelo - Tô no Deserto?

Bem amigos do Ao Vivo no Bar! Hoje serei o titular desse novo espaço. Sei que é uma responsabilidade substituir O Implacável Cyro Franco, mas estou bem fisicamente para suprir as carências e impor meu ritmo de humor e análises futebolísticas peculiares. Enfim, será uma honra repassar informações totalmente excelentes e dar mais uma pitada de brincadeiras ao blog.
- E pede mais um copo que eu to com sede, rapaziada! Tô no deserto!?

Para minha postagem de hoje, preparei um raio-x com análises rápidas dos times da Copa do Mundo que encerraram suas atividades na 1ª fase. Aí vai:

GRUPO A:
África do Sul: os Bafana Bafana só não podem voltar para casa porque já estão lá. Destaques: Mphela e Tshabalala.
Uruguai: uma grata surpresa para a América do Sul; defesa sólida e ataque eficiente. Destaques: defensivos, Fucile e Lugano; e ofensivos, Forlán e Suárez.
França: um fiasco total! Uma péssima revolução francesa em pleno ano de 2010. Destaque: Raymond Domenech pela arrogância.
México: apenas um time coadjuvante; voltam para casa na próxima fase contra os hermanos - e não adianta contar tudo pra sua mãe, Quico!! Destaques: Chaves, Quico... Opa! Guardado e Carlos Vela - pena que se contundiu.

GRUPO B:
Argentina: ataque mortal; favorita, mas a defesa pode entregar o ouro. Destaques: Maradona - belo fanfarrão, ao estilo Ao Vivo no Bar de ser!! -, Messi e Híguain.
Grécia: apenas os Cavaleiros do Zodiaco nas doze casas merecem ser comentados, pois a seleção é horrível. Destaques: Seya e Athena.
Nigéria: meus irmãos Black correm muito, mas não são nada objetivos; resultado: vão correndo de volta pra casa! Destaque: Yakubu, pelo gol mais bem perdido da Copa - sei como você se sente, meu amigo. Já passei muito por isso!
Coréia do Sul: Eles têm que abrir os olhos, afinal, o Uruguai vem aí. Destaque: não consegui identificar ninguém, pois são todos iguais.

Amiguinhos... Por hoje é só! (Palavras do saudoso Todinho achocolatado da infância)

Deixa Que Eu Chuto! (palpites de ontem das peladas de hoje)
11h - Eslovênia 1x3 Inglaterra. Agora o English Team vai deslanchar!
11h - EUA 2x1 Argélia. Mas que joguinho porcaria hem!?
15h30 - Gana 1x3 Alemanha. Sacode e cerveja para comemorar!
15h30 - Austrália 1x2 Sérvia. E o Pet vai ficar feliz da vida; quase chorou semana passada comentando na Globo...

Nosso convidado de hoje na 4ª Sem Gelo é Victor Santos da Silva, 26 anos, pseudo casado, pai de uma filha e esperando outro(a). Estudante do 7º período de Engenharia Mecânica da UERJ, Victor é um cara de bem com vida, alegre (Que porra é essa de alegre!? PS: Isso foi o Editor quem escreveu! rs), e sempre pronto para zoar alguém! Um fanfarrão, pegador de sucesso (Mais uma do Editor: muito questionável isso aqui...), mas também aposentado da putaria, e atualmente feliz com a iniciação de uma nova família.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Bailarinas de Chuteira - Eu vi o Pelé!

É verdade. Pelé esteve na Vivo, em São Paulo, deu uma entrevista de cerca de uma hora, e eu estava assistindo o tempo todo.

É engraçado estar frente a frente com o Rei do Futebol, um cara que fez história e é um ícone no mundo! Não dava para acreditar que era ele mesmo! E o pior: só consegui tirar foto dele no palco, porque enquanto ele andava, estava rodeado de seguranças, o que dificultou muito o acesso e o espaço pra foto! rs

Pelé deu cortes em jornalistas, fez várias piadinhas, e ainda "zuou" com a cara do Maradona. Disse que nosso hermano só aceitou a vaga de técnico da seleção argentina porque estava desempregado, sem dinheiro e com a carreira decadente. Apoiou Dunga na decisão do treinador em não levar Ganso e Neymar para a Copa, mas falou que adoraria, hoje, jogar uma partidinha com a atual equipe do Santos. Disse também que o Ronaldinho Gaúcho poderia ter sido uma opção para a Seleção, em função, principalmente, de sua experiência. Eu simplesmente adorei! Quero mais eventos desse tipo por aqui!!!

E como estou em clima de Copa, e o jogo de domingo? O povo reclama do Galvão, mas ele falou várias vezes que o Kaká acabaria expulso! Eu sei que o nosso camisa 10 não está jogando tão bem, mas vamos torcer para que não sintamos muito a sua ausência no próximo jogo, contra Portugal. Até porque, com a partida que fizeram ontem, fiquei com medo! 7x0 não é pra qualquer um!

Deixa Que Eu Chuto!
Estou participando de um bolão e, por enquanto, ta difícil acertar os palpites. Por isso, o meu de hoje é apenas para o jogo de sexta: Brasil 2x2 Portugal!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ressaca Esportiva - Na Base do Beijo

Nem sobre sobre a classificação do Brasil na Copa, nem sobre a espetacular vitória de Portugal sobre a Coréia do Norte, nem sobre Copa do Mundo! Depois de quebrar a chave na fachadura e dormir fora de casa - motivo pelo qual essa coluna está saindo agora -, decidi mesmo foi escrever sobre mulher. Até porque, afinal, papo de bar que se preze tem que ter mulher.

Pra começo de conversa, deixo claro que sou terminantemente contra o machismo. Fui criado com duas mulheres e não acredito de modo algum que o homem em quanto gênero seja melhor do que a mulher. E pelo mesmo motivo, sou contrário às "feministas" que, para alegar "igualdade", usam argumentos que "comprovam a superioridade feminina". Na boa. Puta palhaçada essa guerra dos sexos! Sou a favor da igualdade. Em tudo. Desde cargos e salários até a conta do motel. Pra mim, é simples assim. Igual é igual. Nem mais, nem menos. E isso me lembra uma velha teoria que tenho sobre as mudanças que vieram na nossa vida cotidiana com o liberalismo sexual feminino.

Saio na noitada e vejo muita gente reclamando que não consegue se adaptar a essas mudanças. Ouço muitas mulheres reclamarem que não conseguem achar bons partidos, que os homens de hoje vão logo agarrando, beijando, e que sentem saudade do tempo em que se trocava telefone, olhares e só depois vinha o "agarro e o beijo". O que elas não sabem é que muitos homens reclamam das mesmas coisas: que tão cansados das mulheres sem assunto, que sentem falta do tempo em que os conquistadores eram bons de papo e não de cartão de crédito, e que as mulheres de hoje só servem pra dançar o Rebolation – na pista ou na cama, tanto faz. E sabe o que é engraçado nisso tudo? Que quando conto isso, tanto homens quanto mulheres duvidam. Vai entender...

Sendo um desses homens saudosos com o tempo das flores e dos olhares, mas também um observador do cotidiano alheio, notei que isso é culpa do liberalismo sexual feminino. Sim, caros leitores e leitoras. É isso mesmo. Porque em sua ânsia de ser como o homem perante a sociedade, a mulher passou do sexo frágil ao seu objetivo. Hoje, uma mulher solteira sai pra noitada com as amigas, enche a cara, pega geral, dá umazinha – ou váriazinhas - e volta pra casa sem aquele ridículo rótulo de piranha. Essas mulheres, inclusive, são o terror de muito macho por aí. Aliás, falando em macho, esse tipo de comportamento lembra alguma coisa? Exato. O que antes era privilégio do homem, não é mais. E o que me espanta é que esse comportamento que as mulheres sempre criticaram está sendo repetido fielmente por elas. Hoje, a mulher é tão ou mais infiel que o homem – e com agravante: elas mentem muito melhor que nós! Hoje, uma menininha de 14 anos é tão ou mais filha da puta que um homem de 30 – e elas ainda amadurecem mais cedo hem... Se em muitas relações, há o que se evoluir, pelo menos no campo sexual, nunca se viu tanta igualdade entre homens e mulheres.

Longe de mim, querer que a mulher volte pra trás do fogão – até porque, quem me conhece sabe que na minha cozinha, mulher não entra. Isso é besteira! E além do mais, eu até gosto mais da mulher contemporânea, que se impõe, que fala o que pensa, e que não precisa e não quer a minha aprovação. Afinal, quero uma companheira, não uma pajem. Mas independente disso, o fato é que enquanto os dois lados se adaptam a essas mudanças, ficamos batendo cabeça noitada afora; elas se deliciando com as recém descobertas em ser "o conquistador" e ao mesmo sentindo falta de serem "as conquistas", e nós nos perguntando se vale mais um bom papo, um cartão de crédito ou um "agarro" e um beijo. Embora o refrão de um sucesso recente da musa Ivete Sangalo que dá nome a essa coluna, e que está na boca o povo, talvez nos dê sinais de que os tempos são mesmo outros...

sábado, 19 de junho de 2010

Doidão tudo fica Bom - Pega na Minha Jabulani!

Olá, amigos e amigas leitores do blog! Hoje estou meio bolado. Tá todo mundo reclamando, minha mãe, meu pai, meus amigos, minha chefe. Até aí, tudo bem. Todos tem problemas; eu também tenho e você também tem. Mas daí a jogadores de futebol, da Seleção Brasileira, reclamarem que a bola é redonda, aí não! É muita falta de problema!

É assim amigos: você ganha milhões, mora numa mansão na Europa, usufrui dos melhores prazeres da vida, e tem como trabalho jogar bola. Parece uma vida de sonhos né? Mas você está enganado! Nem tudo são flores. Eles também tem problemas. E o problema da vez, é a bola, que é redonda!

Porra! Como que um jogador de futebol me vem falar que a bola é um problema? Não tem nexo! O goleiro tudo bem, até entendo. Agora o centro-avante do time? Isso é incoerência. É a mesma coisa que reclamar da cerveja que está gelada demais, ou que a festa tá ruim porque tem muita mulher. Porra, é viadagem!

Mas não vou ficar criticando o nível da Copa, nem o Brasil, e nem as vuvuzelas. Na verdade, eu to puto com o horário do último do jogo do Brasil na primeira fase: 11h não é horário de jogo do Brasil! Porque não adianta nada para efeito de não trabalhar. Todo mundo vai trabalhar. Isso é errado. A CBF tinha que contestar esse horário.

Para finalizar o texto de hoje, que está em versão pocket, vou em defesa da bola, que por enquanto, a meu ver, é o craque da Copa. Afinal, estão creditando vários gols à ela. E se a Copa acabasse hoje, ela seria a artilheira. Então, você que reclama dela, cala a boca e "pega na minha Jabulani, porra!"

Deixa que eu Chuto! (palpites de ontem das peladas de domingo)
Eslovaquia 1x2 Paraguai: Porra, 8h da manhã de domingo? Acordar para ver esse jogo tem que ser muito "MongoCopa".
Nova Zelândia 0x1 Itália : Esse vai ser foda! Respeito a Itlália, mas esse joguinho vai ser ruim de ver...
Brasil 2x1 Costa do Marfim : Esse vai ser bom. Robinho melhor em campo, e se Drogba mete unzinho.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Queimando o Filme - Kick-Ass, o Chutador de Bundas.

Olá, meus camaradas! Como vamos indo? É, o tempo tem ficado escasso e a dificuldade para escrever começa a aparecer. Na verdade, nem tanto pela falta de tempo, mas sim pela quantidade de outras coisas na cabeça, problemas, trabalho, faculdade. Aí fica difícil conseguir aquele espaço ocioso na mente pra pensar merda - e melhor: escrever sobre elas! Então, como sou adepto da máxima de que quando o jogador tá mal o ideal é jogar o feijão-com-arroz, farei exatamente isso.

Apesar de achar difícil fugir do assunto Copa do Mundo, tenho certeza que o post de hoje merece um caminho mais tradicional. E como sexta-feira é dia de estreias no cinema, nada mais justo do que presentear toda galera que senta e toma uma gelada com a gente nessa humilde mesa de bar, com um filme pica pra assistir:

KICK-ASS - QUEBRANDO TUDO!

Este é mais um filme baseado nos quadrinhos. A revista Kick-Ass é criação de Mark Millar (O Procurado, Supremos, Guerra Civil) e John Romita Jr. (Homem-Aranha).

O quadrinho é pica! Faz uma mistura interessante de ingredientes. Boas doses de realismo impressionante, nas frases e ações dos personagens. Pitadas cavalares de tensão e porradaria. E sangue! Muuuuuuuuuito sangue! A violência é ingrediente essencial contínuo nessa obra e primordial na construção dos personagens.

Mas me digam, quem nunca pensou em vestir uma máscara do Zorro e sair por aí pranchando a cara de diversos políticos filhos da puta? Ou sentiu vontade de arrebentar aquele ladrão que roubou seu Nextel no Ano Novo em Copacabana? Bem, é sobre isso que Kick-Ass trata. Um garoto normal, com problemas de um ser humano qualquer, fã de quadrinhos, que um dia, para e se pergunta o por que de ninguém, nunca, ter vestido uma capa preta e saído pelas ruas fazendo justiça com as próprias mãos. Então ele resolve agir. Uma roupa de mergulho comprada no e-Bay, dois cassetetes e muita disposição é o que ele precisa pra ir à luta nas ruas de Nova York. O problema é que ele começa a inspirar outras pessoas a se tornarem “heróis”, e é aí que a chapa esquenta.

O filme do Chutador de Bundas é muito esperado pelas correntes nerdistas e promete fazer sucesso nas telas do cinema nos próximos meses. Mas pra quem se interessar em dar uma olhada na revistinha, segue o link para download da versão digital do quadrinho.

Taí o link:
http://www.actionsecomics.net/2008/12/kick-ass.html

Bom, depois desse resuminho muquirana, espero que aqueles que estão interessados em fugir um pouquinho do assunto Copa do Mundo, partam já pro cinema.

Deixa Que Eu Chuto! (palpites de ontem das peladas de hoje)
08h30 – Holanda 3X1 Japão. A laranja ganha jogando bem!
11h – Gana 2x0 Austrália. Se entrar Appiah e Muntari desde o início, o placar é esse aí.
15h30 – Camarões 2x3 Dinamarca. Não tenho a menor ideia do porque chutei isso.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Bailarinas de Chuteira - Grama nos pés e uma idéia na cabeça!

Diferente da maioria das torcedoras, minha relação com o futebol não começou por conta de um irmão, já que não tenho, ou de um pai fanático, afinal o meu não faz questão nem de ver os jogos da Copa, mas sim por conta de uma mãe alucinada e fiel pelo Vasco da Gama.

Quando criança, eu só assistia aos jogos do Gigante da Colina, e também só falava sobre ele, mas depois de crescida, e de ter amigos fissurados por futebol, passei a me interessar e conhecer mais de outros times - embora até hoje me negue a discutir com flamenguistas!

Ainda me lembro da primeira Copa que realmente acompanhei. Foi em 1994. Eu tinha apenas 12 anos e era a única menina da minha rua vidrada na frente da TV, acompanhando todos os jogos; não só os do Brasil. Senti toda a importância da conquista. Corremos todos para a rua gritando e chorando. Foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida, do mesmo jeito que foi ver, pela primeira vez, o Senna ganhar uma corrida na F-1! Sou brasileira todo o tempo. Não costumo dizer que meu país é uma droga e elogiar os outros, nem quero conhecer o mundo sem antes conhecer tudo por aqui. Mas não tem como negar que nesses momentos, realmente dá orgulho de gritar: Brasil!!!

Escrevi esse post para colocar no meu blog pessoal, mas como ficou maneiro, tem a cara do Ao Vivo no Bar, e estamos em tempos de Copa do Mundo, resolvi postar aqui também! Espero que gostem!

Deixa Que Eu Chuto! (palpites de ontem dos jogos de hoje)
08h30 - Nova Zelândia 1x2 Eslováquia. Sestak vai fazer a diferença, mesmo com essa defesa fraca.
11h - Costa do Marfim 1x1 Portugal. Mesmo sendo Portugal, não levo fé neles depois das Eliminatórias.
15h30 - Brasil 3x1 Coréia do Norte. Estou contando com um golzinho da Coréia em homenagem ao Grande Líder. Rs!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Ressaca Esportiva - Beleza Alemã

A Copa começou e, claro, para melhor atender nossos amigos de copo, algumas mudanças entrarão em vigor esta semana na mesa de bar mais acompanhada do Brasil. Uma delas será a troca de dias entre as colunas "Senta Que Lá Vem A História", que passará para 5ª, e "Bailarinas de Chuteira", que passará para terça-feira. A outra novidade será a 4ª Sem Gelo, já que nosso amigo Cyrão O Implacável foi cortado da seleção Ao Vivo no Bar por problemas "psico-trabalhativos" - o que em bom portuga significa estresse no trabalho mesmo.

Sendo assim, até porque, aqui, diferente da seleção do Dunga, não existe treino secreto, estão feitos os devidos esclarecimentos. E agora, sem mais delongas e chorumelas, vamo-que-vamo que a Copa já ta bombamdo...

Neste fim de semana, estrearam mais 3 fortes candidatos a levantar o caneco nessa Copa: Argentina, Inglaterra e Alemanha. E pra surpresa geral, depois de Argentina 1x0 Nigéria, Inglaterra 1x1 EUA, e Alemanha 4x0 Austrália, a que mais encantou - não, é isso mesmo: encantou! - foi justamente a Alemanha. Confesso que estava, como sempre, com um pé atrás com a seleção do chucrute. A julgar pelas apresentações alemãs nas Copas de 2002 e 2006, confiava que a Alemanha, mais uma vez, fosse empurrada pelo peso da camisa. E só. Mas e não é que o time dos caras é bom, brother? Pois o jovem time alemão de 2010 alia técnica às antigas armas, velocidade, objetividade e consistência tática. Porém, o que mais chamou minha atenção não foi a minha surpresa pelo belo futebol apresentado pelo time do bom técnico Joachim Löw.

Há meses, Cyro chamava minha atenção, dizendo o quanto o Campeonato Alemão tinha mudado, "que estava bom de ver, que eles tinham parado com aquele futebol horroroso e com os chutões, e que agora tavam jogando bonito e botando uma molecada talentosa pra jogar". Eu, óbvio, não acreditei. Onde já se viu alemão jogando bonito? Mesmo que a fonte fosse confiável, isso era impossível. Erro meu. Porque hoje, ao ver o ex-ponta Schweinsteiger como volante, e os habilidosos Özil, Podolski e Müller - que diga-se de passagem, é bem melhor na seleção que no Bayern de Munique -, eu imediatadamente lembrei de Hässler, Möller, Matthäus, Sammer, Völler e Klinsmann, e me dei conta do quanto eu estou mesmo ficando velho. Afinal, o último deles a pendurar as chuteiras em Copas do Mundo foi Matthäus, aos 37 anos, em 98, há longos 12 anos.

E isso me faz lembrar dos meus tempos de infância e de como o futebol mudou de lá pra cá. Quer ver um exemplo? Quando eu comecei a acompanhar futebol, time europeu baba em Copa era Escócia, Irlanda, Bélgica; hoje é Eslovênia, Grécia... Aliás, as estreias de Eslovênia (1x0 contra Argélia) e Sérvia (0x1 pra Gana), desmentem a história de que no futebol, quantidade não é qualidade. Porque na minha época, a Iuguslávia tinha Mijatovic, Mihajlovic, Savicevic, Boban, Suker, Prosinecki, Brnovic etc, e agora, depois que se dividiu em Sérvia, Eslovênia, Croácia, Bósnia, Macedônia, Montenegro e Kosovo, num tem mais um timezinho que salve. Tudo uma merda! Quer outro exemplo? Na América do Sul, a Venezuela era "café-com-leite" - eu sei, eu sei, ninguém mais fala isso - e não faz muito tempo, ganhou do Brasil e empatou com Argentina e Uruguai fora de casa. No meu tempo, ia levar 5 de todos 3. No mínimo. Onde eu ia imaginar São Caetano na final do Brasileiro e da Libertadores? Ou LDU e Once Caldas campeões da mesma? Ou a Suíça campeã mundial Sub-17?! E isso só pra falar do futebol; sem lembrar dos meus bonecos dos Comandos em Ação, dos desenhos Galaxy Rangers e Thundercats, de Pitfall e River Raid no Atari ao invés de GTA no  PlayStation, dos jogos de tabuleiro War, Jogo da Vida e Detetive, do PogoBol, dos castelos construídos com Lego e não já prontos, ou de Trem da Alegria e Balão Mágico ao invés de Kelly Key e o Rabolation... Enfim, ta entendendo agora como ver uma seleção da Alemanha jogando bonito mexe com a vida da gente?

É por isso que o futebol é tão apaixonante. Por isso que a Copa do Mundo é tão fantástica. Porque nela, as transformações do mundo, suas evoluções - da comunicação à medicina -, e suas descobertas, são mais visíveis. Alguns, que viram a cara para a importância cultural, social e econômica da Copa, alegam que é um gasto financeiro desnecessário, ou dizem não entender como 22 homens correndo atrás de um bola pode ser tão importante. Os saudosistas repetem que hoje é tudo uma merda e que bons eram a Hungria de 54, o Brasil de 70, a Holanda de 74, ou o Brasil de 82.

E a todos esses, que esquecem como é bom ver o inevitável mundo mudando, a primeira Copa do Mundo realizada na África permanece um convite aberto, não só aos apaixonados pelo futebol, mas a todos os que precisam se lembrar de que o mundo é mesmo uma bola que rola no gramado do destino.

Ah, a propósito: pra quem não quer a mesmice das mesas redondas da SporTV e da ESPN, a Band - pasme! - ta com uma divertidíssima, com os fanfarrões Vampeta e Denílson, o lúcido Émerson, e o babaca do Milton Neves. Vale a pena conferir! Eu choro de rir. Todos os dias por volta das 18h.

Deixa Que Eu Chuto! (palpites de ontem das peladas de hoje)
8h30 - Holanda 3x1 Dinamarca. E aí, Sneijder e Cia deram ou não deram show?
11h - Japão 1x2 Camarões. 2 de Eto'o. Sinto que ele vai detonar a galera do sushi!
15h30 - Itália 1x2 Paraguai. Coitadinha da Azzurra: vai voltar pra casa tão cedo...

sábado, 12 de junho de 2010

Doidão tudo fica Bom - MaraConha!!!

É rapeize... Aos poucos estou me empolgando com essa Copa aí. E para ser sincero estou torcendo para Argentina, por 3 belos motivos: 1) Tenho uma simpatia pelo futebol argentino e eles já estão há muito tempo sem ganhar nada; 2) Têm o melhor time e, para o bem do futebol - como diz meu amigo Pereirinha - a Argentina tem que ganhar; e 3) O principal motivo é que uma gostosa da Argentina disse que caso a Argentina fosse campeã, ela desfilaria toda nuazinha - pena que vai ser ao lado do Maradona, mas aí foda-se! O importante é a gostosa.

Pereirinha já postou anteriormente que Argentina e Brasil trocaram de papéis. E pensando bem, percebi isso mesmo: o Brasil está parecendo um tango de Gardel, e Argentina, o Samba do crioulo doido com Maradona liberando sexo e cachaça na concentração. Ou seja, a Argentina tem tudo para ir melhor.

Enquanto Dunga convocou 6 volantes, o Mara convocou 6 atacantes. Tudo bem que esse fato, na realidade, não quer dizer muita coisa, porque nem sempre o futebol mais ofensivo ganha, porém, indica que a Argentina, pelo menos, pretende fazer um futebol mais feliz, mas alegre e mais fanfarra.

Na verdade as seleções têm as caras de seus respectivos comandantes. A Argentina muito doida, fanfarrona, sexo, cachaça, gostosa pelada na rua e muito talento; já o Brasil tem bem a cara do gaúcho Dunga. 23 homens confinados, sem sexo, sem cachaça, sem gostosa pelada, muita garra e pouco talento, porém, também tem seu valor e, particularmente, acho que tem reais chances de levar essa Copa também.

Mas como todo mundo sabe que eu gosto é de cachaça e sexo, prefiro a Argentina, e apesar de gostar do Dunga, como bom apreciador do futebol arte, é claro que prefiro Maradona. Sou um grande fã do Maradona, muito pelo futebol e pelo que ele foi e é fora de campo: genial com a canhota apesar de vê-lo no fim de carreira. Foi um dos maiores jogadores que vi jogar e conseguiu fazer isso tudo quase sempre doidão. Seu gênio forte foi marca em toda sua carreira cheia de tragédias e conquistas; jogou no Napoli e foi o maior ídolo da parte mais sofrida da Italia; foi amigo dos maiores mafiosos do mundo(máfia italiana e colombiana); viciado em cocaína, quase morreu e depois disso tudo, ainda conseguiu treinar a seleção de seu país em uma Copa do Mundo. Em minha modesta opinião, um cara que já viveu isso tudo e um pouco mais, mesmo que não jogasse nada, já mereceria respeito.

Maradona é uma lenda viva do futebol e vê-lo ganhando uma Copa será como ver um fato histórico acontecer. Será a redenção de um craque que, da mesma forma que teve o mundo nos pés e nas mãos - la mano de Dios - teve a morte bem perto. Mara foi o maior craque doidão do mundo, e por isso torço por ele e pela Argentina. Torço não só pelo jogador que foi, mas pelo "cara" que é, afinal, se um treinador doidão ganhar a Copa, aí acaba a discussão! E fica cientificamente provado de uma vez por todas que "Doidão tudo fica bom".

Maradona é Rastafari... ÔoooooÔ...

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Queimando o Filme - O Show Tá Começando

Já se percebe a euforia nas ruas, rabiscadas nas cores da bandeira, o patriotismo latente. Afinal, muita gente só lembra que é brasileiro nessa época, muita gente só tem orgulho de ser brasileiro na Copa. É chegada a hora. A ansiedade a todo vapor, a vontade de gritar gol e abraçar os amigos, cheio de goró na ideia, e chorar de emoção. É hora de sair pela rua todo papagaiado, munido de buzinas, cornetas, cerveja, cigarro, e a amarelinha.

Meus Camaradas! O maior espetáculo da terra começou. Copa do Mundo. 32 seleções, 736 jogadores, milhões de corações ligados nas TVs, rádios, estádios, laptops, tamagochis e agendas junior da Casio. Entre 11 de junho e 11 de julho, jovens se tornarão homens, homens se tornarão heróis, mas somente um país será o campeão do mundo!

E venho hoje, por meio desta, apresentar a vocês os meus favoritos. Qual país vai levantar o caneco? Qual país tem culhão e disposição pra chegar lá? Bem, eu sei que muita gente vai citar o Brasil, porque é isso e aquilo e blá blá blá. Mas o Brasil é favorito sempre e não tem a mínima necessidade de ser citado aqui – mesmo com essa seleção torta do Dunga. No entanto, só pra deixar registrado, não acredito que a Seleção chegue na final. Vou torcer, mas tenho outros palpites:

HOLANDA: A LARANJA MECÂNICA

Retrospecto: Nunca foram campões. Encantaram o mundo com o Carrossel Holandês em 74, mas acabaram tomando da Alemanha na final. Em 78, tomaram da Argentina de Kempes. Em 94 tomaram uma bomba na falta do Branco. E em 98, tomaram nos pênaltis do Brasil de Taffarel.

Opinião: Gostei de ver esse time da Holanda jogar. Tudo bem que eu só assisti a um jogo deles, mas pra mim já é suficiente. Pra falar a verdade, os únicos amistosos que assisti até agora foram da Holanda e da Argentina. Vocês podem dizer que isso não dá credibilidade nenhuma aos meus palpites, mas e daí?! Isso aqui é uma mesa de bar ou não é?! Porra, o álcool me dá toda a credibilidade que preciso. E pra mim, essa laranja vai dar caldo!

Como vai jogar: Liderados pelo capitão Van Bommel, a Holanda deve jogar com mais uns dois negões bons de bola no meio campo. Robben vai infernizar numa ponta enquanto Kuyt faz merda na outra. O canhotinho bom de bola Van Pierse vai terminar como artilheiro.

ARGENTINA: LOS HERMANOS

Retrospecto: Campeões jogando em casa em 78, depois de brincarem com o Peru e sapecarem os 6x0. Exatamente o saldo de gols que precisavam para avançarem às finais. Estranho. Em 82, campeões incontestáveis com atuação genial de Maradona.

Opinião: Meu pai já quis me expulsar de casa, minha mãe já ameaçou não lavar mais minhas cuecas, meus tios nem olham mais pra mim... Tudo porque eu disse que ia torcer pra Argentina nessa Copa! Rs. Causei um mal estar, olhares desconfortantes e desconfortados, tudo por causa deste comentário. É impressionante o ódio que a geração dos nossos pais tem pelos hermanos. Eu tenho culpa se a seleção deles tem Verón, Messi e Higuaín e a minha tem Felipe Melo, Elano e Julio Baptista? Não. E pra mim, vai dar Holanda x Argentina na final.

Como vai jogar: Os contra-ataques serão fatais, porque com Verón lançando pra Messi, Higuaín e Tevez, não vai ter defesa que segure. Messi flutuará pelos lados do campo e Verón organizará como central. Mas como o time de Maradona só tem nanico, a bola aérea será um terror!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Equipe Ao Vivo No Bar

Como justamente na véspera da Copa, nossos caros colegas, Thiago Pereirinha e Cyrão O Implacável, resolveram ter problemas para postar suas respectivas colunas, a gente não teve alternativa se não presentear você, leitor assíduo desse boêmio blog, com a nossa Análise dos Grupos da Copa 2010. (Mas com um porém: Tunan Teixeira analisou os grupos logo após o sorteio, e Rodrigo Cachorrão o fez em janeiro. Acredita em Mães Diná e Gatos Mestres? Então divirta-se, e boa sorte no seu bolão! E claro, que mais ninguém se machuque e fure nossos pitacos! HAHAHA).

GRUPO A
Tunan: Um dos grupos mais difíceis da Copa. O Parreira deve estar bem arrependido de ter assumido a baba que é o time da casa. Sem a retranca do Joel, capaz de sair sem ganhar de ninguém. A briga pelas vagas fica pra México, Uruguai e França e qualquer 1 dos 3 pode levar. Quem não ganhar da África do Sul vai rodar. Palpite de Boteco: Uruguai e França.

Rodrigo: Não sei não... Time que joga em casa sempre dá trabalho. Empurrado pela torcida, a seleção sulafricana vai arrancar pontinhos das concorrentes. O Uruguai tem um time mediano, mas raçudo como sempre; vai chegar. Já a França, se depender de mim, fica em último depois dum porre de tequila. Palpite de Boteco: Uruguai e México.

GRUPO B
Tunan: Maradona já pode se preparar pro pior. Se não jogar mais que nas Eliminatórias, nossos hermanos voltam pra casa nessa fase mesmo. Eles podem esperar muita correria de Coréia e Nigéria. A Grécia parece os times do Celso Roth. Os caras são os reis do empate e dos contra ataques. Pra mim, passam de fase. Palpite de Boteco: Argentina e Grécia.

Rodrigo: O verdadeiro grupo da morte. A Argentina passa, mas tem que levar ou Riquelme ou Verón, se possível os dois. Experiência e garra contam muito aqui. Coisa que a Coréia não tem demonstrado. A Grécia tem um bom time e também tem grandes chances - se os Deuses ajudarem. Palpite de Boteco: Argentina e Nigéria.

GRUPO C
Tunan: Pode até parecer que a Inglaterra deu sorte, e deve até passar mesmo. Mas olho vivo no time do Tio Sam e na Eslovênia, que tirou a Rússia de Arshavin. De bobo, os eslovenos não tem nada. A Argélia é incógnita - vale lembrar que em 2002, a França, campeã em 98, levou um baile do então desconhecido time de Senegal. Palpite de Boteco: EUA e Inglaterra.

Rodrigo: Os EUA demonstraram evolução nesses últimos anos e na Copa das Confederações; marcação igual a do basquete e disciplina nas jogadas ensaiadas. A Inglaterra é  favorita pelos grandes jogadores que tem, mas tem que tomar cuidado pra não perder pros EUA como na Copa de 50. A Argélia deve empatar 1 e perder o resto. A Eslovênia ganhou moral com a empolgada classificação. Palpite de Boteco: Inglaterra e EUA.

GRUPO D
Tunan: Grupinho brabo também. Se repetir 2006, a Austrália vai dar trabalho, mas é só isso. A briga aqui é pela 2ª vaga entre Alemanha e Sérvia, porque Gana vai passar com certeza - olho vivo nos africanos! Conta a favor dos alemães que o técnico da Sérvia não levou o Pet, e claro, em Copa, Alemanha é Alemanha, amigo. Palpite de Boteco: Gana e Alemanha.

Rodrigo: A Alemanha é favorita nesse grupo muito forte, porém terá que jogar mais que nas Eliminatórias, onde até foram bem. Mas a seleção de Appiah e Essien promete trazer problemas, com jovens valores e grandes jogadores atuando na Europa. Tende a se classificar em 2º numa boa briga com a Sérvia, que sem Petkovic, terá trabalho. A Austrália sofrerá pra ganhar alguns pontinhos. Palpite de Boteco: Alemanha e Gana.

GRUPO E
Tunan: Mais um grupo brabo. O pessoal do sushi que me perdoe, mas o Japão vai fazer figuração aqui. Foda de dar pitaco nesse grupo é que Holanda, Dinamarca e Camarões são tudo farinha do mesmo saco: dão show, encantam geral, e morrem na praia. Pode ser a chance do Eto’o mostrar que merece mesmo os elogios que ganha. Palpite de Boteco: Holanda e Camarões.

Rodrigo: O Japão não tem dado sorte nos grupos que pega nas Copas e as outras seleções devem tomar cuidado pra não perderem pontos. A Holanda tem um time bem montado, mais fraco que nos últimos mundiais, porém tem camisa pra avançar. De Camarões, só saberia dizer que gosto dos cinzentos; e da Dinamáquina, que ela precisa renovar seu óleo. Palpite de Boteco: Holanda e Camarões.

GRUPO F
Tunan: Esse vai ser um grupinho chato de ver. A Nova Zelândia joga pela escola inglesa, então deve ser aquele chuveirinho mala. A Itália, atual campeã, ta mal das pernas e o time dos caras é fraquinho, fraquinho. O Paraguai ta jogando bem, mas em Copa nunca arruma nada. Como toda Copa tem uma zebra, a minha vai ser a Eslováquia. Palpites de Boteco: Paraguai e Eslováquia.

Rodrigo: Apesar de não estar jogando um grande futebol, a atual campeã Itália passará pela tradição. O Paraguai tem jogado bem e deve se classificar em 1º, além de avançar a passos fortes no mata-mata. Já Nova Zelândia e Eslováquia, acho difícil que consigam algo melhor que um safári na savana. Palpite de Boteco: Paraguai e Itália.

GRUPO G
Tunan: Enquanto o Brasil ta apreensivo, o Dunga deve ta feliz da vida. Jogando contra Costa do Marfim e Portugal, ele pode fazer aquela retranca dele pra sair nos contra ataques. Pra quem achava que o Cristiano Ronaldo jogava bola vai ser uma choradeira, mas Drogba vai arrebentar e Portugal rala junto com a Coréia do Norte. Palpite de Boteco: Brasil e Costa do Marfim.

Rodrigo: 1 bom meia, 2 atacantes grandalhões e ogivas nucleares é o que a Coréia do Norte tem de melhor, e só. Como não jogam armados, vão sofrer. O Brasil tem um grupo que vai se entregar pra buscar a taça, mas sofrerá muito quando enfrentar uma boa retranca. Não esperem espetáculo. Diferente dos outros africanos que já enfrentamos em Copas, Drogba e Cia vão surpreender com vitórias. Palpite de Boteco: Brasil e Costa do Marfim.

GRUPO H

Tunan: Se essa Copa ta cheia de grupos da morte, esse aqui é o grupo das babas. A menos que a Suíça bote a molecada campeã mundial Sub-17, vai ser igual 2006: tudo 0x0. Espanha e Chile jogam pra frente e não têm zagas seguras. Capaz de um deles rodar e a Suíça entrar. Honduras só me deixa uma dúvida: eles vão apanhar de quanto? Palpite de Boteco: Espanha e Suíça.

Rodrigo: Honduras deveria estar mais preocupada com seus problemas políticos do que enviar essa galera pra tomar pau na Copa. A Espanha não terá dificuldade em se classificar, pois tem um time forte. Mas essa história a gente já conhece: a Fúria não assusta nem criancinha. O time do Chile é nervoso, mas se conseguir utilizar isso a seu favor, seguirá. Palpite de Boteco: Espanha e Suíça.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Ressaca Esportiva - Seleção por seleção, sou mais a minha!

Elerê! A Copa do Mundo ta chegando. Muitas seleções já estão na África do Sul e a ansiedade já toma conta de geral. Ta certo que muita gente boa periga perder a Copa, como Drogba, Pirlo e Robben, e muitos já perderam, por lesão ou opção dos treinadores, como van Nistelrooy, Ballack, Beckham, Ronaldinho Gaúcho, Luca Toni, Totti, Riquelme e Cambiasso. Mas muita gente boa também está garantida no maior espetáculo da terra.

Hoje, por incrível que pareça, eu não vim aqui falar disso. Imbuído desse espírito sobre seleções e de gente que bate um bolão, e seguindo a linha do meu camarada Júlio Bolo, vim aqui polemizar com a minha seleção. A seleção brasileira das gostosas! Afinal, tava faltando falar de mulher no Ao Vivo No Bar, não é mesmo?

Sem mais rodeios, vamos ao que interessa, o assunto mais importante para o brasileiro junto com futebol e cachaça!

Goleiras: Fernanda Helena. Gata, cachaceira e muito safada! Só por essas qualidades, a vice campeã do BBB10 jogaria em qualquer posição, mas como pra jogar no gol, tem que gostar de bola e ir em todas, Fernanda é a minha camisa 1. O problema é que, como se viu no BBB, tem que dar umas cachaças e tequilas pra ela agarrar com vontade. No banco, Caroline Bittencourt (aquela loira filé que detonou o casório do Fenômeno com a Cicarelli) e Lia Khey, que com a dança da bundinha maluca, deve gostar muito de bola também.

Lateral Direita: Dani Bolina. Nessa posição tem que ter disposição, atacar e defender com desenvoltura e talento. E talento, a Bolina tem de sobra! Além de ser boa toda vida, ela ainda conhece muito do mundo da bola e do pagode. Pelo talento e pela experiência, é a camisa 2. Na reserva, Deborah Secco, que também conhece bem o mundo da bola e ainda pode jogar ali no meio campo, tamanho o talento que tem.

Zagueiras: Luize Altenhofen 3 e Nicole Bahls 4. Apesar de estar afastada da TV devido à gravidez, o talento de Luize é indiscutível, tanto que muito marmanjo via a Band só pra ver a moça, mesmo com aquela paulistada. E Nicole Bahls, boa, digo, bem... Pra quem “marca” o Akon, a panicat ex-musa do Brasileirão colocaria Drogba e Cristiano Ronaldo no bolso tranquilo – aliás, no bolso não; no decote. No banco, Jujú Salimeni, pra manter o nível quando a Nicole for expulsa por agarrar demais os adversários, e a gata Ana Luiza Castro, que esteve no noticiário esportivo da Band e atualmente está no GNT.

Lateral Esquerda: Mariana Ximenes. Pra fechar a defesa, uma lateral à moda antiga, de estilo clássico, e que bate bolão de qualquer jeito. Mesmo sem figurar muito nas revistas de fofoca e de nudismo por sua descrição, ninguém duvida do talento de Mariana, minha camisa 6, haja visto o tanto de maluco enlouquecendo com a Clara de Passione. E na reserva dela, Sophia Abrahão, que acabou de completar 18 aninhos, já esteve em Malhação, e é outra jóia promissora da TV brasileira.

Volantes: Priscila Pires e Sandrinha Andrade. Pra quem não sabe, Pires é o sobrenome daquela morena deslumbrante que virou a cabeça de meio Brasil no BBB9, mostrando que mulher na TV não é só silicone e maquiagem. Gatíssima, inteligente e ainda por cima uma simpatia, não poderia ter outra camisa na minha seleção se não a 8. Junto dela, com a 5, Sandrinha Andrade, que pra quem não lembra, foi “assistente de palco” do Caldeirão até bem pouco tempo. O talento da moça sempre foi indiscutível, mas ser a 2ª mais procurada do Google em 2009 atrás só do Michael Jackson não é pra qualquer um. Na reserva dessas duas deusas, as entrosadas e lindas ex-paquitas Graziella Schmitt e Bárbara Borges.

Meias: Camila Pitanga e Grazi Massafera. Se o meio campo é o lugar dos craques, camisa 10 pra Camila Pitanga. Deusa, simpática e elegante, Camila ainda é uma excelente representante da beleza brasileira. Completando a meia cancha, a igualmente bela Grazi Massafera é dona da 9. A ex-BBB de maior sucesso no Brasil é a rara combinação de beleza, inteligência, charme e simpatia. No banco, a filé demais Flávia Viana, ex-BBB7; e Andréa Horta, estilosa gata que fez o seriado Alice, da HBO, e recentemente trocou a Record pela Globo.

Ataque: Ana Paula Tabalipa e Carolina Dieckmann. No melhor estilo Romário e Bebeto, meu ataque vai ter a marrentinha Carol Dieckmann com a 11 e a boa moça e eterna ninfeta Ana Paula Tabalipa com a 7. Duas gatas que não perderam o talento com idade e ainda dão show onde aparecem. Na reserva, Alice Braga, musa do cinema nacional e internacional, e Sandy, que acho mó filezão e só não tem mais espaço no time porque falta-lhe fanfarronice.
No campo: Fernanda; Dani Bolina, Luize Altenhofen, Nicole Bahls e Mariana Ximenes; Sandrinha
Andrade, Priscila Pires, Camila Pitanga e Grazi; Ana Paula Tabalipa e Carol Dieckmann.
No "banco": Caroline Bittencourt, Deborah Secco, Jujú Salimeni, Ana Luiza Castro, Sophia Abrahão,
Graziella Schmitt, Alice Braga, Bárbara Borges, Flávia Viana, Sandy, Andréa Horta e Lia Khey.

sábado, 5 de junho de 2010

Doidão tudo fica Bom - E você, vai "Copar" onde?

É isso aí, rapaziada! Chegou a época em que todo mundo fala de futebol, desde sua vovózinha até sua irmã que nunca entendeu porra nenhuma do assunto. Todo mundo vira comentarista, especialista para cornetar a convocação do técnico. É sempre assim. De 4 em 4 anos, sempre falta alguém ou fica algum "craque" de fora, porém, acima de tudo, essa época traz sempre a mesma boa pergunta, que aliás, é a minha maior motivação em época de Copa: e aí, vai assistir os jogos do Brasil onde?

No Brasil, Copa não é so Galvão se "emocionando" na globo não. É muito goró também, independente do Brasil jogar bem ou mal, ganhar ou perder. Quando o jogo acabar, vai estar todo mundo doidão, as meninas mais serelepes, os caras mais ousados, e no fim, todo mundo sabe o que acontece: é um Carnaval fora de época e é por isso que eu gosto da Copa do Mundo.

Na realidade, não liguei muito para convocação do Dunga, até porque acho que não precisa muito mais do que o que ele convocou para irmos longe. Dava para ser melhor, mas os que foram, dão pro gasto. Afinal, tirando a Argentina - minha favorita! -, as outras seleções estão abaixo ou no mesmo nível do Brasil.

Sou apreciador do bom futebol, mas em dias de Copa do Mundo, o que interessa para mim e para a maioria da galera que se anima com a Copa, é o Brasil chegar o mais longe que puder, no caso até a final. Quanto mais jogos, mais festas, mais bebedeira, mais Carnaval. Nesse ano então, a África do Sul ajudou com um fuso que permite a nós brasileiros fazermos a farra em horários ideais para as bebedeiras, pois a maioria dos jogos serão a tarde - o que signfica que dia de jogo do Brasil tem tudo para dar merda! E as opções para sua diversão são muitas, desde o mais conservador churrasquinho na casa de um "conhecido", os barzinhos que bombam perto da sua casa com aquela bateria do bloco do seu bairro, os picos clássicos de Copa, como Alzirão, ou então os lugares clássicos da boemia, isso sem falar das casas noturnas que abrem suas portas em dia de jogo do Brasil.

Bem, resumindo tudo, chegou a época de dar uma "Copada", e espero que nossa Seleção Canarinho vá até a final, assim dando-nos a oportunidade de "Copar" o máximo possível. Porque o povo brasileiro, por mais que goste de futebol, gosta mesmo é dar uma "Copadinha" né.

"E Pra Não Dizer Que Não Falei De..." Noitada
Bem, já que o assunto é Copa do Mundo, vou falar para vocês a pedida pra essa: dia de jogo do Brasil, a boa vai ser o Circo Voador. De graça. É só imprimir o flyer no site. Para quem nunca viu, vale se arriscar na Orquestra Voadora porque é muito bom! Ambiente perfeito para dá aquela "Copada".